NewsLetter:
 
Pesquisa:

Entrevista: Mario Mastrotti
Por Paulo Ramos*
27/09/2006

Editora com sede no ABC paulista procura desenhista interessado em participar de coletânea de tiras cômicas. Parece anúncio. E é. A proposta é reunir um grupo de ilustradores para compor a quinta edição do projeto Tiras de Letra, que edita os trabalhos de diferentes autores em sistema de cooperativa. O novo número está programado sair em outubro. A organização é do professor universitário e desenhista Mario Mastrotti, ele também um dos cooperados. Ele conta que a idéia surgiu por causa da "falta de oportunidades do mercado editorial convencional". O livro vai sair novamente pela Virgo, editora que o ilustrador capitania em São Caetano do Sul. Mastrotti está na luta há mais de 30 anos. É o criador das tiras Cubinho, De-co-ra-ção-e-de-men-te e Filhos da Máquina, todas reunidas nas edições anteriores.

A curiosidade da coleção são os nomes. Há sempre um trocadilho no nome dos livros: Tiras de Letra Outra Vez, no segundo número, Tiras de Letra Muito Mais, no terceiro, Tiras de Letra Pra Valer, no quarto. A quinta edição foi batizada de Tiras de Letra Todo dia (capa na imagem acima, de autoria do cartunista Gilmar). Mastrotti fecha o livro assim que reunir 27 autores, como fez nos números anteriores. Já tem dez. Na entrevista a seguir, ele fala como funciona o projeto, como os interessados podem participar e comenta a experiência como presidente do 2º Salão de Humor de Paraguaçu Paulista, que agora é internacional (a abertura da mostra é em 15 de novembro; as inscrições abertas vão até 20 de outubro).

Como funciona a cooperativa na prática? O que cada autor tem de fazer?

Fornece o trabalho, faz um pequeno investimento e tem cota de livros correspondente com margem de lucro real.
 
Já é o quinto número. Como foi a recepção dos quatro primeiros?

Muito boa, nossos livros são únicos no país. Infelizmente, pois já era tempo de termos muito mais. Temos 27 tiristas no mesmo livro.
 
Cada número faz uma brincadeira com a palavra "tiras". Você tem nome na manga para mais edições?

Isso é o que não falta, no início de 2007 está previsto o número 6,Tiras de Letra na Casa da Vizinha!
 
Você está fazendo uma chamada de trabalhos para este quinto número. Quem se interessar, o que tem de fazer?

Entrar no site da editora ou enviar um e-mail para mastrotti@editoravirgo.com.br falando sobre o interesse em participar.
 
A internet tem popularizado e difundido muito o humor visual, tiras inclusive. O papel está perdendo espaço, na sua opinião?

Penso que a portabilidade de um gibi ainda é um diferencial forte. No longo prazo, creio que isso pode mudar. A questão econômica sempre tem um grande peso nessas mudanças.
 
Há uma outra chamada de trabalhos, só que para o Salão Internacional de Humor de  Paraguaçu Paulista. Como se inscrever?

A inscrição pode ser feita através do site oficial; destacando que neste salão estou participando da organização e presidencia do mesmo e ele é o primeiro a ter cinco categorias que aceita envio pela internet e trabalhos digitais. Outro destaque é o valor. No total são R$ 17.500,00 de prêmios em dinheiro

*Paulo Ramos é editor do Blog dos Quadrinhos, onde esta entrevista foi originalmente publicada.

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2021 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web