NewsLetter:
 
Pesquisa:

Resenha: Coração do Império
Por Matheus Moura
02/03/2007

Em 2006 a editora Pixel Media lançou o álbum Coração do Império ou O Legado de Luther Arkwright (formato 17 x 26 cm, 160 páginas em cores ao preço de R$ 33,00) do autor inglês Bryan Talbot (Nemesis the Warlock; Juiz Dredd; Constantine, etc), continuação de As Aventuras de Luther Arkwright, publicado em 2000 pela Via Lettera. Coração do Império é divido em dois volumes, tendo sido lançado originalmente de 1999 a 2006 e conta a saga do pós-Luther Arkwright e, como é de se esperar, seu legado. A saga original foi escrita em meados de 1976 e publicada regularmente a partir de 1978 pela revista Near Myths, predecessora da Warrior, onde foram editados materiais como V de Vingança e Marvelman. Entretanto, o autor e obra só passaram a ter visibilidade no meio após a aquisição dos direitos da obra pela Dark Horse em 1990 e seu lançamento em solo estadunidense em março do mesmo ano.
 
Neste volume a história continua na realidade paralela, chamada 00.72.87, na qual o Reino Unido Inglês domina o mundo com mão de ferro a oprimir todos os outros povos ao seu redor. Os costumes e desenvolvimento deste mundo seriam uma mistura do período Tudor, Renascimento e o Contemporâneo. A tirania da Rainha Anne faz uma alusão aos anos vividos pelos ingleses durante o regime Thatcher (1979 a 1990) o mesmo já foi explorado por Alan Moore em V de Vingança sem ter uma figura feminina com correlação direta à Primeira Ministra. As alusões a personagens reais da cultura inglesa não param por aí, há até a presença de Diana, não da princesa, mas da criada de mesmo nome e de fisionomia similar. A princesa propriamente dita, filha de Arkwright, Victoria, desenvolve papel fundamental na história por ser uma pessoa influente em busca de algumas respostas a ela até então negadas. A história é um emaranhado de tramas paralelas que se interligam em determinado momento do seu desenrolar. No inicio já nos é anunciada uma catástrofe com sete dias para acontecer, então temos o complô do Papa, passa-se assim para a vida da princesa, depois para a perspectiva de um jornalista e assim por diante. Isso ainda tendo o lado externo a 00.72.87, onde é vigiado o Multiverso, chamada de Paralela 00.00.00, que percebe estranhos acontecimentos envolvendo a Paralela 00.72.87, os quais podem desencadear terríveis conseqüências.

O roteiro, como podem já ter percebido, é complexo e bem construído, instigante para ser preciso. A arte de Talbot não fica atrás, muito bem detalhada, com destaque aos cenários, sua arquitetura e planos de fundo. Como o tradutor e autor da introdução Sérgio Codespoti menciona, a narrativa é menos experimental que a original, mas nem por isso perde seu brilho. A adição de cores só vem a acrescentar, apesar que para isso foi necessária uma suavizada nos traços do autor. Na parte editorial, a Pixel faz um ótimo trabalho, a pecar somente com alguns raros erros de concordância e ausência de numeração em poucas páginas sem motivo algum. No álbum, além da introdução já citada, há uma biografia do autor escrita por ele mesmo e uma página com a relação dos personagens centrais intitulada Dramatis Personae, expressão em latim, algo comum de se ver no decorrer da obra.
 
Com a boa introdução dada por Codespoti ao álbum é amenizada a necessidade de se ler As Aventuras de Luther Arkwright para uma boa fruição de Coração do Império. De qualquer forma, mesmo se você não chegou a ler a HQ lançada pela Via Lettera, vale a pena conhecer esta continuação da obra de Talbot.

 Veja também:

Pixel lança Metal Gear Solid – Vol. Um

Jingle Bela, de Paul Dini, pela Pixel

Pixel lança Péntiti!, ilustrado por Milo Manara

Pixel Media lança Ultra – Sete Dias: Vol. 2

Hélio Lopes, da Pixel Media, na Rádio Manchete (RJ)

A Metamorfose de Lucius pela Pixel

O Curupira, de Flávio Colin, pela Pixel Media

Ultra – Sete Dias pela Pixel Media

Pixel lançará Os inimigos não mandam flores, de Ferréz

Pixel lança Corto Maltese – Sempre um pouco mais distante

Pixel Media busca novidades na Comic Con 2006

Novos lançamentos da Pixel: Coração do Império 2, Reino dos Malditos e Crimes Macabros

Pixel lança Madman e Nexus

Corto Maltese - Sob o Signo de Capricórnio pela Pixel

Madman, Nexus e Corto Maltese em promoção na Comix

Pixel lançará O Curupira, de Flávio Colin

Corto Maltese – Sob o Signo de Capricórnio: lançamento e bate-papo na FNAC Paulista (SP)

Coração do Império e Shockrockets pela Pixel Media

Lançamento de Spawn #151 na Comix (SP)

Lançamento de Spawn #151 (RJ)

Gullivera de Manara: lançamento e bate-papo na FNAC Pinheiros (SP)

Pixel Media analisa HQs nacionais para publicação

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2020 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web