NewsLetter:
 
Pesquisa:

Resenha: Lua Nova e Eclipse
Por Cadorno Teles
02/02/2009

Para quem se fascinou com Crepúsculo, o livro, e recentemente se emocionou em sua versão para o cinema. O segundo e o terceiro volume da série já estão nas melhores livrarias do Brasil. A fantástica história de amor entre uma adolescente e um vampiro, que já conquistou milhares de fãs pelo mundo, chega ao topo dos mais vendidos no Brasil, segundo as revistas Época e Veja. Lua Nova (New Moon, tradução de Ryta Vinagre, 480 páginas, R$ 39,90) lançado no final de ano e Eclipse (Eclipse, 464 páginas, R$ 39,90), agora em janeiro, ambos pela editora Intrínseca são mais dois volumes que completam esta fascinante série da escritora norte-americana Stephenie Meyer, que mescla perfeitamente romance e terror juvenil numa história que aborda o resgate de valores perdidos pela juventude de nossos dias.

Lua Nova segue com o romance entre Isabella Swan e Edward Cullen, uma relação impossível que acaba se tornando realidade no primeiro volume, como muitos já leram e assistiram. Nesse volume, não há as surpresas que Crepúsculo passou, mas possui bons momentos e incorpora mais ainda os detalhes dos mitos junto à trama, característica que dá um novo tom aos seres considerados da noite. A narrativa se inicia com a proximidade do aniversário de 18 anos de Bella. A jovem vive numa felicidade só, mesmo tendo acidentalmente despertado a sede de sangue de um dos Cullen. Contudo, também sente a angústia adolescente de se tornar mais velha que seu namorado, Edward, com seus 110 anos, mas eternamente no corpo de 17. Assim, pede que a torne vampira para não mais envelhecer e viver junto o seu amor eterno. Entretanto, o jovem Cullen, preocupado com a vida da moça e de seu pedido de aniversário, decide mentir que não a ama mais e termina o namoro e deixa a cidade de Forks para sempre, apagando todas as lembranças daquele belo romance. A jovem entra numa depressão profunda, próxima do suicídio, até o encontro de um velho amigo, Jacob Black, já visto no primeiro volume, que ganha dimensão na história ao trazer a tona o sentimento de Bella pela vida, além de uma surpreendente novidade para a série, a entrada dos lobisomens na história. Em meio a esse novo sentimento e entre muitas revelações descobre o seu destino e de seu amado numa surpreendente viagem à Itália.

Em Eclipse, Edward e Bella se preparam para a formatura, enquanto os Cullen decidem o futuro de Bella, e um serial killer está solto em Seattle. Jacob, sendo um lobisomem, não pode vê-la, devido aos laços que sua raça tem com os vampiros, mas a jovem quer procurá-lo, pois possui uma dívida de amizade com o lobisomem. Os dias passam, e a graduação de aproximando, Bella deve escolher seu destino. Ela quer se tornar imortal e viver com Edward, mas tem que deixar sua família e amigos para sempre. Ainda da preocupação da transformação, será que ela vai ser capaz de ser "vegetariana" como os Cullen e abster-se de sangue humano? Ou terá a luxuria de matar inocentes para saborear o seu sangue, como a assassina que deseja vingança pela morte de seu irmão no primeiro volume? Falando nela, Victoria, ela está liderando um grupo de vampiros que está causando os misteriosos assassinatos. Isto leva Bella ponderar mais sobre sua decisão, e quando Jacob abre seu coração a jovem, torna sua escolha mais difícil: o amor de sua vida ou de seu melhor amigo? Ou seria na verdade um triângulo amoroso?

Vemos no segundo volume, diferente do primeiro, onde o mote era o amor impossível, a perda de um grande amor e a luta para continuar vivendo e conhecer um novo amor. Já no terceiro, o ciúme e o triângulo amoroso cercam os personagens. Ambos possuem um tom mais sombrio que Crepúsculo, com a inclusão de novos personagens, de cenas de ação, e do tão esperado confronto entre os antagonistas da série. A série continua numa narrativa em primeira pessoa, com uma linguagem irresistível, que Meyer se desenvolve em par com a realidade, com os problemas sentimentais e os anseios dos jovens. Um dos grandes motivos de conquistar tantos fãs pelo globo é essa abordagem, além de colocar ainda arquétipos sobrenaturais que fazem o potencial da série crescer a cada volume. Uma leitura que abrange o respeito e os valores dos sentimentos, aventura e ação, terror e mistério. Aguardemos o quarto volume, Amanhecer (Breaking Dawn).

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2020 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web