NewsLetter:
 
Pesquisa:

Resenha: Vale-Tudo
Por Humberto Yashima
16/06/2009

Clique para ampliar

O álbum Vale-Tudo, do premiado cartunista e quadrinhista e Marcio Baraldi, reúne as histórias que o autor produziu quando era um jovem - e revoltado - artista e publicava seu material em diversas revistas de Quadrinhos nacionais, entre elas Chiclete com Banana, Pântano, Tralha, Porrada, Inter-Quadrinhos, Radar e Dynamite. E não é à toa que o álbum tem como subtítulo Os Quadrinhos mais revoltados do mundo!.

Após prefácios de dois dos maiores jornalistas especializados em Quadrinhos do Brasil, Paulo Ramos e Gonçalo Junior - ilustrados com caricaturas de Baraldi feitas pelos Mestres Primaggio Mantovi e Rodolfo Zalla, a "revolta" tem início. Família sagrada começa com uma típica e comportada família, daquelas que aparecem em comerciais de TV... Antes de terminar a primeira página, acontece um festival de socos, pontapés e palavrões que envolvem até os vizinhos e outros parentes da tal "família perfeita", mas tudo volta à paz com o início de um certo programa dominical de TV... Não vai dar certo mostra como um macado decide "evoluir" e se tornar humano. "Que estranho...! Estou sentindo vontade de matar um companheiro e fazer um casaco de pele!", diz o macaco em determinado momento. Realmente, essa "evolução" não deu nada certo... Em O planeta das mulheres, Baraldi apresenta uma realidade alternativa na qual as mulheres são o "sexo forte", com uma total inversão de papéis.

Clique para ampliar

A HQ Como pintar uma natureza morta é protagonizada por Sókero Grana, que ensina como produzir uma natureza morta, ou seja, destruir o planeta somente para obter lucro. Uma HQ de 20 anos atrás que está mais atual do que nunca. Em seguida, um jovem tenta desejar Bom princípio de Ano Novo (que também é o nome desta HQ), mas é sempre mal recebido em todas as casas. Insatisfeito com a situação, o garoto toma medidas drásticas, ou seja, fica re-vol-ta-do e "parte para a ignorância". Na história Greve total ou: "O dia em que todos ficaram com o saco realmente cheio!..." todo mundo entra em greve, paralisando totalmente o país. Índios se revoltam, assim como as mulheres, os animais, os filhos e até o exército. A confusão só aumenta, até um final literalmente explosivo!! Em O sono perfeito, um rapaz conta 1.000 carneirinhos e não consegue dormir, então um carneirinho fica... como direi... revoltado?

Clique para ampliar

Temos então duas HQs temáticas: Extra!!! Toda a verdade sobre o chupa-cabras e Extra!!! Toda a verdade sobre a loira fantasma, nas quais Baraldi apresenta suas versões sobre essas duas lendas urbanas. Tô de saco cheio! é uma HQ feita por Baraldi em parceria com Marcatti; a dupla mostra Rodolpho, um rapaz que literalmente está de saco cheio e apela para uma prostituta para resolver sua incômoda situação... Outras HQs de destaque no álbum são as duas produzidas em parceria com Bira Dantas: A revolta dos cartuns e A evolução da humanidade. Na primeira, a maior parte da arte é de Baraldi, que desenha a si próprio e Bira; o cartum que se revolta contra seu criador foi feito por Bira. Na segunda história, a dupla prova que a humanidade não evoluiu tanto assim...

Clique para ampliar

Vingança total contra a humanidade!
é sobre uma realidade alternativa, na qual os animais se revoltam (olha a palavrinha aí de novo!!) contra a humanidade e dominam o planeta inteiro. Os bichos se vingam pelos maus tratos pagando na mesma moeda: usam os humanos como entretenimento, comida... Outros temas utilizados por Baraldi nas HQs reunidas neste álbum foram suicídio (Adolfo não queria viver), dinheiro (na fotonovela Tudo por dinheiro), telemarketing (Telemer#@), AIDS (AIDS, eu???), política (O que fazer com Bush), arte (Sofrida Calo), religião (Lilith e a costela de Adão), feminismo (O dia em que as mulheres dominaram o mundo), propaganda (M.A.R.C.I.O [Modelo Automático Reprogramável Computadorizado Informatizado e... Obsoleto]), drogas (O que aconteceria se a maconha fosse legalizada) e "esporte" (Enduro de matar). 

O que se conclui após ler o álbum Vale-Tudo é que, mesmo em início de carreira, Baraldi já era um grande talento que só evoluiu com o tempo. De lá para cá, o artista tem trabalhado sem parar, produzindo HQs para revistas dos mais variados gêneros, como tatuagem, rock, etc. Ou seja, para revistas que não são de Quadrinhos!! Ele também se aventurou no mundo dos games, lançando um grande sucesso de vendas: o game do Roko-Loko, além de produzir bonecos de seus personagens mais famosos, como o próprio Roko-Loko e Ginho, o ET de Varginha. E, após o fim da editora Opera Graphica, publicará seus álbuns por seu próprio selo, o GRRR!.. (Gibi Raivoso, Radical e Revolucionário!). Baraldi é a prova viva de que o sucesso só é alcançado com muito trabalho!!

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2020 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web