NewsLetter:
 
Pesquisa:

Resenha: Giovanna Casotto
Por Matheus Moura
01/11/2006

O álbum Giovanna Casotto é uma reunião de dez contos da autora (homônima) italiana que, além de (já a uns dez anos) desenhar quadrinhos, também é uma profissional do sexo, uma atriz de renome em seu país, que como a Conrad menciona, faz páreo com Cicciolina no quesito popularidade nesta praia.

Este é o mais recente lançamento da Coleção Eros da Editora, (vem agora Clic 2, de Manara) e sai ao preço de R$ 45,00, com 88 páginas no formato 21,5 x 27,5cm e capa dura. Esta edição conta ainda com um prefácio de Xico Sá, jornalista e cronista, onde ele faz algumas observações e comparações da obra com outros clássicos (para dizer assim) das HQs eróticas como Valentina, de Guido Crepax.
 
O que mais impressiona (tirando o fato de ser feito por uma mulher, coisa não muito comum quando se fala de criações artísticas eróticas/pornográficas) são seus traços foto-realistas, extremamente realistas; para frisar, onde a autora é sua própria referência. Ela ainda demonstra neles uma grande habilidade no sombreamento, o que reforça a caracterização real das personagens, dando-os forma, encorpando-os, pondo “carne”. Há também algumas explorações com relação a enquadramentos ou mesmo disposição de quadros, o que quebra um pouco o ritimo comum que é dado em sua narração no inicio deste trabalho. Senti uma influência de Sin City, de Frank Miller, no que diz respeito à mistura de preto e branco com cores, já que a autora coloca todo o cenário e personagens em tons escuros e alguns detalhes em cores, como lábios, roupas, ou alguma outra coisa que ela queira dar destaque, por exemplo, um lençol.

As tramas das dez histórias são simples, pois diferente de Manara (uma comparação feita com ele por ser um expoente em relação a HQs eróticas) que cria suas histórias geralmente longas em torno de uma personagem, Giovanna relata vários pequenos casos de diferentes casais. O que faz com que o álbum não dure mais que 20 minutos de leitura. Para uma coleção de histórias eróticas Giovanna Cassotto é indispensável, mas para aqueles que acham que vão encontrar algo a la Manara ou Crepax irão se decepcionar. Ler pela arte, essa seria a premissa deste trabalho. Recomendado, mas com as ressalvas citadas.

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2020 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web