NewsLetter:
 
Pesquisa:

Os Dez Melhores Gibis Para Rod Gonzales
Por Marcio Baraldi
21/06/2010

O convidado desta semana, que listou seus dez gibis preferidos, é o "enfant terrible" do Quadrinho Nacional, o anarco-rocker Rod Gonzales. Ainda bem que de tempos em tempos surgem figuras como Rod, que vem dos esgotos das metrópoles e tira a poeira das cabeças acomodadas, e ainda chacoalha aquelas velhas opiniões formadas sobre tudo. Rod representa o "teen spirit", o espírito adolescente raivoso e desbocado que não aceita rédeas e regras velhas e puídas, que acredita em si próprio e no Brasil e vive na carne o bom e eterno lema do punk, "faça você mesmo"! Tanto que não hesita em apontar os dois gibis de seus super-heróis ecológicos Blenq e Luã, quadrinhos antenados com a devastação ambiental e com DNA legitimamente brasileiro, como os mais importantes para si. Além de muitos outros nacionais (90% da lista de Rod), entre eles uma HQ minha do Roko-Loko, surpresa que muito me honrou! Valeu, Rod! Como indaga Mick Jagger em Street Fighting Man: "O que um garoto pobre do subúrbio pode fazer (para tentar mudar o mundo), senão cantar numa banda de rock?". Eu, Rod e outros garotos do Subúrbio sabemos a resposta: fazer Quadrinhos!!!

Os Dez Melhores  Gibis de Todos os Tempos
por Rod Gonzales

1 - Velta 25 Anos - Emir Ribeiro e convidados
"Uóchimem"? "Cachaceiro das Termas"? Nada disso, tio, a HQ mais importante, que revolucionou mesmo, é a edição especial dos 25 anos da loira gigante Velta, pode acreditar! O Emirzão põe a traveca espacial Doroti pra urinar o mijo ácido que corroeu Alan Mula, Neil Gayman e outros panacas gringos que os alienados adoram!

2 - Blenq 2 - Rod Gonzales e Rodolfo Zalla
Uma HQ de lobisomem escrita por mim e desenhada pelo mestre Rodolfo Zalla! Dá pra acreditar numa coisa dessas, sangue-bom? Mais do que um gibi legal, isso foi um verdadeiro sonho concretizado! Uma verdadeira emoção!!! Zalla rules!...

3 - Tempestade Cerebral 4 - Alex Mir e vários autores
Essa edição traz uma HQ da Velta, a super heroína mais importante da HQ Nacional de todos os tempos, escrita por mim e desenhada pelo mestre Emir Ribeiro. Outra emoção indescritível, outro sonho que se realizou!!! Melhor que isso só ganhar um beijo na boca da Velta!

4 - Liga da Vesga - Schiavon
O quadrinho de super-herói mais xarope que existe nesse planeta!!!! E como eu sou chegado em uma boa dose de loucura, curto muito essa criação totalmente "sem-noção" do meu truta, o gaúcho Schiavon, membro da geração mais louca que a HQ nacional conheceu. Confiram essa edição da coleção Mini-Tonto, os quadrinhos mais anárquicos do Brasil!

5 – Roko-Loko: Hey Ho, Lets Go! - Marcio Baraldi
Esse livro não sai mais da minha cabeceira, por causa daquela HQ onde o Baraldi colocou a loucaça Wendy Willians, roqueira selvagem que explodia carros no palco (de verdade, sem truques!) chicoteando o GG Allin, roqueiro selvagem que comia as próprias fezes no palco (de verdade, sem truques!). Esse álbum tinha que entrar na minha lista, principalmente por causa do GG!!!

6 - Raio Negro: Futuro do Brasil - Gedeone Malagola e Willian Cabral
Essa HQ ainda não foi publicada, mas eu já li porque felizmente o editor é meu colega. A arte é do meu chapa William Cabral pro roteiro de 1974 (inédito) do meu finado amigo Gedeone. Se o mestre tivesse vivo ia ganhar até prêmio de melhor roteiro por essa obra de arte. Assim que for publicada vai calar a boca desses vacilões que falam que os roteiros do Raio Negro não são tão poderosos quanto seus raios.

7 - Blenq 1 - Rod Gonzales e convidados
Tenho um imenso carinho por essa primeira edição do Blenq, porque deu uma força pro projeto da minha amiga Verinha da Matinha, que preside uma organização que defende o bicho-preguiça e a mata Atlântica. Além do que esse gibi, naturalmente, foi um passo muito importante na minha carreira profissional. E aproveito pra agradecer os meus aliados que estavam presentes nesse big-bang e sempre me ajudam na caminhada: Emir Ribeiro, José Salles, Darlei Nunez e Johnny Fonseca. Valeu pela força, companheiros!

8 - Max Almanaque Mirza - Eugênio Colonnese
Essa edição da Editora Escala, traz 21 HQs clássicas da Mirza, obra prima de Eugênio Colonnese, e a primeira (anti)heroína vampira dos Quadrinhos mundiais. Tenho tanta reverência pela personagem que fiz questão de tatuar a gostosa na minha pele! Curto demais a vampira do meu finado amigo Colonnese! R.I.P, Mestrão!!!

9 - Último Vôo Livre - Watson Portela
Mini-série em duas edições com roteiro e arte do Watson Portela, sendo que a primeira parte foi lançada em 2006 e ainda tô esperando a parte 2 que até hoje não saiu! Também tô esperando uma entrevista com o mestre Watson pra revista Mundo dos Super Heróis. Já troquei idéia com o irmão dele (Wilde Portela), os filhos, a sobrinha, enfim, com a família toda, mas com ele mesmo, nada!!! O Watson é mais liso que sabão e se alguém conseguir marcar uma entrevista com ele merece ganhar o troféu Ângelo Agostini ou HQ Mix na categoria de guerreiro da HQ nacional!

10 - Sangue de Bairro - Jaime Martin
Esse gibi, lançado no Brasil pela saudosa revista Animal, passou de mão em mão pela turma do meu bairro! A gente se identificava com a história sobre gangs de adolescentes proletários suburbanos, sem perspectiva nenhuma de vida. Era como se fosse nossa biografia não autorizada (risos)! É o único gibi gringo da minha lista e só tá aí porque os gibis alternativos brasileiros são todos feitos por universitários pseudo-intelectuais, "moderninhos" que não têm atitude nenhuma pra ter conceito no rolê bruxo, sacou? Pode pá que é nóis que tá!!! PAZ!

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2020 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web