NewsLetter:
 
Pesquisa:

Os Dez Melhores Gibis para Mário Latino
Por Marcio Baraldi
14/06/2010

Pense bem, um sujeito com a história de vida do nicaraguense Mário Latino, ex-guerrilheiro da Revolução Sandinista, ex-treinador de Tae-Kwon-Do da seleção brasiliense, vivido e escaldado até a medula, não poderia ter um gosto fraco para HQs, né?!? Por isso que a lista dos preferidos deste inteligentíssimo e talentoso cartunista, é a melhor possível! Só tem biscoito fino! A escola de Mário é a dos mestres imortais e revolucionários. Lógico! Afinal...os revolucionários se atraem!...

Os Dez Melhores Gibis de Todos os Tempos

Por Mário Latino

1 - Buzz Sawyer - Roy Crane
Pra mim, sem dúvida é a melhor tira de aventuras já feita até hoje!!! Escrita em plena guerra fria e anticomunista até o osso! Mesmo assim, com enredos de tirar o fôlego e arte caprichada de Roy Crane, que já tinha feito anteriormente outra tira ótima, Capitão Easy.

2 - Ken Parker - Berardi e Milazzo
Se há uma série de faroeste que me empolgue tanto e me faça pensar, é esta saga humanista escrita por Berardi e desenhada em seus melhores momentos pelo traço competente e estilizado de Ivo Milazzo. E entre muitos episódios memoráveis, destaco "Adah", "Lily e o Caçador", "Um príncipe para Norma" e "Lar, Doce Lar".

3 - Homem Aranha - John Romita Sr.
Destaco toda essa fase maravilhosa do Aranha desenhada pelo grande John Romita (o pai, claro!). O Mestre Romita pegou o personagem depois da saída de Steve Ditko, responsável pela fase inicial do herói, e levou o Aranha a novos patamares gráficos.

4 - Little Nemo in Stumberland - Winsor McCay
Escrita e desenhada por Wilson McCay para as páginas dominicais, esta série vanguardista e revolucionária trafegava por novos conceitos da psique humana. E, sem medo de errar, deliciou os leitores com a melhor arte que os jornais já viram!

5 – Che - Oesterheld e Breccia
Roteirizada pelo histórico escritor Héctor German Oesterheld e desenhada por Alberto Breccia e seu filho Enrique, verdadeiros mestres do Quadrinho argentino. Esta história em quadrinhos narra a trajetória conturbada e heróica de Ernesto Guevara de La Serna, melhor conhecido como Che, desde a infância até seu covarde assassinato nas montanhas bolivianas.

6 - A Garagem HerméticaMoebius
A melhor história sem roteiro que já vi!!! Uma HQ inovadora, cheia de reviravoltas surpreendentes e que desemboca num final para lá de lúcido e coerente. E, pra melhorar ainda mais, tudo com o traço fabuloso do grande Moebius!

7 - O Zorro - Alex Toth
Se teve alguém que caiu como uma luva para narrar as histórias do mascarado que lutava contra o imposição espanhola na Califórnia da primeira metade do século XIX, este era Alex Toth. Com seu domínio assombroso do preto e branco e sua arte minimalista e, ao mesmo tempo equilibrada, Alex nos deu uma verdadeira e inesquecível aula de como fazer quadrinhos.

8 - Calvin e Haroldo - Bill Watterson
Não tem pra ninguém: a melhor tira de humor de todos os tempos!!! Com pitadas filosóficas e fantásticos cenários, Watterson narrou as aventuras do moleque loiro e seu tigre de estimação entre mundos imaginários e o dia-a-dia num mundo de adultos que ele tem dificuldades em aceitar.

9 - Corto Maltese - "Sonho de uma manhã de inverno" - Hugo Pratt
Esta é uma aventura curta do período “céltico” de Corto Maltese, o marinheiro engendrado por Hugo Pratt. Nesta memorável HQ, as fadas da Inglaterra, para enfrentar o perigo da invasão alemã, têm que apelar para a ajuda do herói. Uma obra magistral e poética!

10 - Modesty Blaise - O'Donnel & Holdaway
Com roteiros de Peter O’Donnell e traços de Jim Holdaway, a "soldado de fortuna" já exibe todas suas qualidades desde a primeira aventura. Ação sem limites, tramas empolgantes e personagens bem construídas são a marca deste clássico que depois foi desenhado por Enrique Badia Romero.

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2020 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web