NewsLetter:
 
Pesquisa:

Polêmicas em Salões de Humor
Por Bira Dantas
31/08/2007

Os cartuns de Evaristo Daniel Rodrigues e Cau Gomez


Já escrevi nesta coluna sobre várias celeumas em Salões de Humor como Piracicaba (ótimos trabalhos não selecionados foram premiados em outros Salões); HQs foram consideradas sem nível para premiação, mas com nível para exposição ao ridículo; HQ não-inédita ganhou primeiro lugar, o segundo lugar denunciou e quase foi escorraçado do palco. No Rio, jogaram originais fora para manter só os premiados. Em Ribeirão Preto fizeram exposição de um dia, com originais colados na parede, e deram calote no prêmio. Em Bragança, no Pará, não pagam os prêmios. Agora a discussão que está na ordem do dia é: O cartum premiado em primeiro lugar de Evaristo Daniel Rodrigues (Mineiros do Tietê, SP) é plágio ou coincidência? Evaristo garante que não plagiou o cartum do Cau Gomez (selecionado em 2006 no FIHQ Pernambuco). Reconhece que as idéias são idênticas e o desenho extremamente parecido e afirma no Blog dos Quadrinhos de Paulo Ramos: "... com toda a certeza é muito parecido. É muito igual. Mas é coincidência pura".

Isso demonstra que a principal falha é do próprio júri do Salão de Piracicaba que deveria estar por dentro de TUDO que rola nos Salões de Humor e NUNCA premiar em 2 anos seguidos, mesmo que em Salões distintos, uma mesma idéia. Um Salão do porte de Piracaciba não devia cometer erros tão grosseiros como convidar empresários e socialytes para o júri. Isto para não falar de pessoas execradas na categoria dos cartunistas como cláudia costin, ex-secretária da descultura do desgoverno alckmin (atenção, revisão, todas em minúsculas mesmo). Esta pessoa nefasta fechou o MAG (Museu das artes Gráficas), jogou no lixo o trabalho de vários anos do Gualberto e ainda foi convidada para ser júri do Salão de Piracicaba quando Paulo Markun era o presidente. É possível isso? Eu repito: é possível uma megera que considera Charge, Cartum e HQs lixo, ser convidada para julgar nossos trabalhos? Pois foi! E com a anuência dos grandes figurões políticos de Piracicaba. Claro! Quando se mistura tucanos, fiesp, oab-sp, cansados, tudo é possível, até jurado editor de grande jornal paulista que não sabe a diferença entre charge, cartum, caricatura e ilustração.

Meu Mundo Caiu
Voltando ao Blog de Paulo Ramos, Evaristo afirma: "caiu o mundo na minha cabeça", "estou sem chão", "tô pasmo" e "O que eu não quero é que as pessoas pensem que eu sou um oportunista". Não pensamos. A culpa desse grande imbroglio não é do Evaristo, mas da Comissão Julgadora do Salão de humor. Se ele tivesse sido apenas selecionado, não haveria problema algum. Poderiam dizer: “Olha, a mesma idéia do Cau Gomez no ano passado”. E ponto. A encrenca foi ser premiado. Mesmo tendo sido em lugares diferentes, volto a repetir, isso nunca poderia ter acontecido, pois banaliza o prêmio. Assim como alguns artistas “profissionais” de ganhar Salão. Eles copiam a mesma idéia várias vezes e enviam para vários Salões de Humor no mundo inteiro. Ganham várias vezes com a mesma idéia, brilhantemente copiada. Ora, que falta de originalidade!

O Salão de Pira não se importa com o completo despreparo das pessoas que vão julgar os trabalhos, nem com a falta de definição de critérios para convocar jurados. O cartunista mineiro Cau Gomez disse no site Brazil Cartoon: "Não posso dizer que ele tenha agido de má fé, nem que está com a razão". O troféu Zélio de Prata que seria dado ao cartunista Evaristo Daniel Rodrigues, foi cancelado por conta da discussão Plágio ou coincidência?, publicada no site Brazil Cartoon. Não deveriam ter cancelado. Deveriam isso sim dar um cartão vermelho aos jurados. E a partir de agora, convocar apenas gente da área, antenada com o que se produz no Brasil e no mundo, ligada nos sites de Cartuns nacionais e estrangeiros. Não precisa se desenhista. Pode ser escritor, roteirista, jornalista, apreciador. Só precisa entender da matéria e estar atualizado. Enquanto isso não acontece, vemos vários profissionais desistindo de participar dos Salões, por não acreditarem na seriedade da coisa. Ainda bem que tantos outros como Volta Redonda, Caratinga, Paraguaçu estão se solidificando pela competência, bom senso e amor à causa.

 Do mesmo Colunista:

Quem está por trás do Neorama dos Quadrinhos

Salões de Humor & Concursos

O caminho natural para desenhar

Olhando para o Céu... até que nem tão nefelibata assim!

Charge, HQ e Imprensa: Desinformação!

A Menor Livraria do Mundo no Jeremias, o Bar

Bill Tytla, o mago da animação que desenhou ciganos...

Johnny Hart, desenhista de B.C., parou de desenhar (18/02/1931-07/04/2007)

“Pai, quero fazer um curso de HQ...”

BiraZine: todas as Colunas

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2020 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web