NewsLetter:
 
Pesquisa:

Márcio Salerno
21/12/2006

Márcio Salerno nasceu em 15 de outubro de 1954 em Petrópolis, Rio de Janeiro. É jornalista, tradutor, pintor artístico (i.e., pinta telas em tintas acrílica, a óleo, etc.), escritor, revisor e artesão. Entre 1979 e 1992 viveu em São Paulo, onde trabalhou em bancos e nas S.A. Indústrias Votorantim, cursou a Faculdade Ibero-americana de Letras e Ciências Humanas e saiu de lá formado como tradutor-intérprete (inglês/português, mas também traduz do espanhol, francês e italiano). Como tradutor, verteu para o português alguns livros da Editora Nova Cultural e Rio Gráfica, em São Paulo, e Ediouro e Vozes, no Rio de Janeiro.

Trabalhou durante dez anos, inclusive ocupando o cargo de editor de Cultura, em um jornal petropolitano cujo nome prefere omitir, entre 1994 e 2004, ano em que foi demitido, não por incompetência, mas porque incomodou muita gente medíocre com suas matérias e artigos, desde políticos até auto-intitulados atores, atrizes, etc. Sente falta do salário, claro, mas só deste mesmo, quer dizer, seria incongruente continuar trabalhando lá. Atualmente, caça traduções e outros trabalhos como free lancer (pode ser contatado através do e-mail msaler@ig.com.br). Como escritor, lançou vários livros auto-publicados, como Contracultura, Desobediência e Transcendência - Da Geração Beat ao Varal Cultural; Atratores Estranhos - Uma Correlação Antiusual entre o Rock e a Teoria do Caos; Homem Invisível - O Fantasma de William Lee e outros. Miracleman - Um outro mito ariano, um estudo sobre a filosofia de Nietzsche e um super-herói, foi lançado pela editora Marca de Fantasia, de João Pessoa, Paraíba, em 2004.

Nos anos 80 participou do fanzine Vortex HQ, que criou junto a colegas da Graphis Escola de Desenho, de São Paulo, onde cursou o técnico em Histórias em Quadrinhos. De volta a Petrópolis, editou o fanzine Paralelo 28, entre 1993 e 94. Teve de “dar um tempo” neste quando começou a militar na imprensa, um mergulho em águas turbulentas, que não davam espaço para outros afazeres (só para levar um “pé no traseiro” dez anos depois, é mole?!). Vive hoje ao lado de sua companheira, Miriam Carmo de Almeida, artesã e terapeuta alternativa, com quem já fez exposições e lançou livros escritos a quatro mãos.

Biografia encaminhada pelo escritor e quadrinhista

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2020 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web