NewsLetter:
 
Pesquisa:

Censura no fotolog.com
Por Bira Dantas
16/04/2008

Nei Lima, o grande ilustrador, caricaturista, quadrinhista, professor e fotógrafo foi deletado definitivamente e impedido de se recadastrar
"Meu amigo Birão!
Sinto muto, mas não vou poder dar a minha presença nos flogs dos amigos e colegas recentes. Eu estava postando uma série de pinturas à óleo que eu produzi entre os anos 80 e 90 no fotolog.com, tomando todo o cuidado de colocar tarjas onde fosse necessário, para evitar ser deletado, mas não houve jeito. Além de deletarem a minha página de desenhos ainda deletaram também a outra que eu mantinha com minhas fotos. Tentei fazer uma nova inscrição, só pra ter o gostinho de chamá-los de BABACAS e FDPs, mas eles bloqueram também os meus endereços de e-mail, é mole? Então por essas e outras eu não voltarei mais à este serviço HIPÓCRITA! Um abração e continue tendo SUCESSO com o seu!
"

Para quem quiser continuar apreciando a belíssima arte deste grande carioca, confira aqui e aqui. Por incrível que pareça, os responsáveis pelo fotolog.com consideram desenho com um peitinho de mulher aparecendo, pornografia. Eles não separam erotismo (ou nem isso) de pornografia. Apareceu peito de fora, eles desativam na hora. Assim, sem mais nem menos o fotolog.com desativou o flog do ilustrador baiano Túlio Carapiá (faz ilustração em jornais da Bahia e é membro da revista Front, da Via Lettera).

O flog fora de circulação foi este: http://www.fotolog.com/tuliocarapia. O Túlio que não é lerdo, nem nada, já abriu um novo flog aqui. E escreveu:“Está uma epidemia de fotologs fechados. Eu soube agora há pouco que o Manohead tinha tido sua conta cancelada. Temos mesmo que continuar com esta corrente de arte-protesto, tentei te mostrar a que eu fiz, mas já estava lotada a sua lista de comentários. Depois dá uma olhadinha lá. Soube que fecharam um fotolog porque o usuário postou um nu de Modigliani, que loucura... Que loucura!”. Se eles virem um desenho erótico, nem precisa ser pornô e explícito, eles tiram o flog do ar (como fizeram com o Fabrini e Nei), se acharem que você fez de novo, desativam o seu flog e apagam tudo que você tinha no arquivo (anos de desenhos e informações postadas), sem avisar. É arbitrário, é típico da Inquisição, você é condenado com um julgamento restrito e sumário. Imaginem se os pintores Rafael, Michelangelo, Degas, Schielle ou Modigliani estivessem vivos e postassem uma pintura com mulher de mamilo de fora? Eles tiraríam do ar. Ridículo...

Inquisição? Caça às bruxas? Vão dizer que ele era pornográfico? Papo mais imbecil e tacanho! Eles não percebem que os cartunistas e ilustradores tornam a comunidade flogueira mais cultural, criativa, artístico, informada... O fotolog.com é americano, mas tem um grupo de administradores aqui no Brasil, que fazem o papel de cães de caça. Mas nada fazem com as fotos vazias de “eternal girls” ou “dreamer boys” que infestam o fotolog. Já foram censurados os caricaturistas Nei Lima (http://www.fotolog.com/neilimarte), Mano Head (http://www.fotolog.com/manohead) Fabrini http://www.fotolog.com/fabriniart), ilustrador Geraldo Roberto (http://www.fotolog.com/geraldoroberto2), Helen Bar (http://www.fotolog.com/helenbar, fotos lindamente montadas como Alice no País das Maravilhas), que escreveu o seguinte: “Fechado. Depois de ter sido desativado pela administração do fotolog e reativado, depois de duas semanas fora do ar (alegando ter se tratado de um mal entendido) este fotolog vai ficar parado por tempo indeterminado. São cinco anos de registro da minha história como artista online que quase foram pelos ares. Prezo muito tudo o que foi registrado nessa página. Agradeço à administração por tê-la reativado. pelo menos agora meus arquivos estão de volta, com as mensagens de todos vocês, que são o meu maior incentivo. O guestbook está ativo, e continuarei checando os recados. Mesmo reativada, não tenho mais ânimo de mostrar meu trabalho por aqui, sob essas condições. Não estou de acordo com a política que está sendo praticada aqui. Não se trata de impedir a circulação de imagens ofensivas ou de má fé. Minha desativação não foi um caso isolado. O fotolog está desativando, sem nenhum aviso, páginas de artistas e ilustradores, segundo critérios muito arbitrários. Quem quiser acompanhar o que ando fazendo, estarei no meu site pessoal ou no Flickr. PS. minha solidariedade ao amigo fabrini [/fabriniart] que também teve o seu fotolog desativado, por postar seus bem humorados desenhos. Ele também está no Flickr. Acabo de saber que mais fotologs de ilustradores foram desativados. Acompanhem o movimento contra essa política que está acontecendo em alguns fotologs. É lamentável ver isso acontecer como uma ferramenta de expressão tão poderosa quanto o fotolog costumava ser”.

Como surgiram os flogs
Os fotologs e flickers, ao contrário dos blogs, surgiram para ser instrumentos exclusivos de fotógrafos profissionais, como portfólios virtuais. O objetivo: mostrar séries especiais de fotos, trocar experiências e técnicas (tanto que eles pedem pra gente postar infos das máquinas que usamos) ou ainda falar de concursos da área. Era um mundo bem conceitual, artístico e culto. Aos poucos foi descoberto pela moçadinha que rapidamente tomou conta, publicando fotos em baladas, praias, piscinas, montanhas ou usando roupas de griffe em vestiários de lojas chiques. Nada de conteúdo, só cliques rápidos e borrados feitos em celulares de baixa resolução, com frazes como “Oiê, bjus, bombando, u-huuuuuu”. Nada contra, mas que é meio pobre, isso é. Claro que muitos se destacam desse mundo básico, além de postarem sua “fotenha”, falam de cinema, eleições, música, postam links de bandas, artistas (alguns se especializam em alguns como Britney Spears, Michael Jackson, etc).

Finalmente os ilustradores e grafiteiros do mundo inteiro descobriram e passaram a postar desenhos, estudos, HQs, tiras em Quadrinhos e tudo o que escaneavam. Nomes de peso como Speto, Muck, Orlando, Fábio Moon e Gabriel Bá, Gilmar, Cláudio, Baptistão, Carlinhos, Fernandes e muitos outros apareceram nos flogs. Passou a haver uma troca efervescente de informações, mostras e salões de humor, concursos, técnicas, passo-a-passos. Muita gente boa, fora do eixo Rio/SP, passou a aparecer e trocar mensagens. Outra característica interessante do fotolog.com: você não precisa colocar senha para postar comentários. Alguns exemplos:
Desenhos Animados e Seriados, Charges, Tiras em Quadrinhos, Tiras em Quadrinhos, Ilustrações, Ilustrações
Ilustrações.

Termos de uso do fotolog
Os termos estão disponíveis aqui. Eu concordo que, em todo tipo de comunidade, é preciso haver regras de convivência, nem acho que lá deva ser casa de mãe joana, em que todos possam postar sacanagens mil. Até porque isso é exclusividade da imprensa brasileira, como as Globos, Folhas e Vejas da vida, que criam factóides, histórias e dossiês falsos, etc). Mas não distingüir um desenho levemente erótico de um desenho típico de revista pornô é uma atitude muito extrema contra ILUSTRADORES e CARTUNISTAS.

Adam Rabello foge da censura inquisitória do fotolog.com
E abre com uma fantástica carica de Janis Joplin, com técnica perfeita. Os babacas paranóicos do fotolog.com não sabem o que estão perdendo! "Com o término do meu fotolog (que eu tinha a mais de 4 anos) decidi criar um blog. O mesmo está com cara de site! Fiquei empolgado com a idéia e gostaria que você desse uma olhada como está ficando”. Clique aqui para acessar o blog de Adam Rabello.

Protesto contra a censura no fotolog.com
Lancei a idéia de fazer uma corrente de charges contra essa censura burra, para mostrar que essas imagens não são sacanas, nem pornográficas, são apenas ilustrações com toques de erotismo! Até porque hoje eles desativam o flog de um desconhecido, mais tarde de um amigo, amanhã o seu. Vários aderiram, mas esta campanha teve mais vítimas do autoritarismo como Go Dark, Kravis (flogs com fotogramas de cinema e animês legendadas) Adam Rabello e Mano Head (caricaturistas).

Bira, desativaram minha conta /go_dark. Ajude a divulgar essa palhaçada!."
Go Dark
Não tem coisa que esse pessoal do Fotolog goste mais do que desativar fotologs por motivos pra lá de imbecis. Eu sei bem, provavelmente sou a pessoa que mais teve fotologs desativados na história desse site.
Kravis
Bruno Aziz Lima
Bira Dantas
Fabiano Carriero
Rodrigo
Rey
Rey
Helen Bar
Magali
Rose Araújo
Túlio Carapiá
Naara Nascimento
Patrick Andrews
Nei Lima
Juliana Moraes
Bruno Marcello
Fabiano Carriero
Adriano Louzada
Rui
Rodrigo

Fabrini na Zupi
Olhem quem deu a volta por cim em grande estilo: Fabrini, que fala da sua vida profissional, da censura no fotolog e da incultura da imprensa brasileira que se negou a dar a notícia de uma exposição de caricaturas suas em Mônaco. Uma delas acabou virando selo comemorativo do país. O jornalista perguntou se ele tinha foto com a Britney pra virar notícia. Só pode ter sido a Veja. A Zupi é uma das mais importantes revistas de arte contemporânea do Brasil. Fabrini é um mágico brasileiro que ganhou o mundo, apresentando-se para as famílias reais da Inglaterra e Mônaco, e em turnês pela europa. Saiba mais sobre Fabrini aqui e aqui.

Peladas
O que o fotolog.com faria com um protesto como este? Jovens seminuas protestaram na Austrália nesta quarta-feira (27 de março) em defesa dos touros na Espanha. As militantes da organização PETA, "Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais", se manifestaram nas ruas de Sidney usando somente calcinha e um cartaz para cobrir os seios. A polícia logo acabou com a manifestação. No inicio do mês quatro militantes PETA realizaram uma manifestação em Madrid, na Espanha, contra a crueldade dos espetáculos que utilizam touros As manifestantes seminuas levavam cartazes com dizeres em inglês e espanhol denunciando a tortura dos animais em espetáculos como as touradas.

A censura foi tratada o Observatório de Imprensa
Por Wemerson Augusto em 19/02/2008. "Censura ao fotolog – diário de fotos na web – do ilustrador baiano Túlio Carapiá. O desenhista da revista Front teve na última semana sua conta bloqueada. O profissional utilizava o site de hospedagem de imagens para mostrar um pouco do seu trabalho". Saiba mais aqui, aqui e aqui.

Kassab e as bibliotecas
Já a violência contra a cultura e a cidadania pode. Em vez de iniciativas para democratizar o acesso à leitura e às bibliotecas, o prefeito de Sampa suprime nossas minguadas bibliotecas públicas. A Associação de Leitura do Brasil (ALB) é contra o fechamento de 4 bibliotecas públicas da cidade de S. Paulo e fez uma campanha na internet: Participe da luta pela revogação desta decisão insólita e antidemocrática da prefeitura de S.Paulo

Política dos blogs
Link da Revista Forum

Blog do chuchu
Leiam o texto Aculturação como Mecanismo de Dominação

Ótimo texto sobre HQ
Os inteligentes quadrinhos italianos

 Do mesmo Colunista:

Só o Ferdinando pra Acreditar...

Como foi o 24º Prêmio Angelo Agostini

FAN II (Feliz Ano Novo, segunda parte)

FAN I (Feliz Ano Novo, primeira parte)

Por que alguns governos apoiam a cultura e outros não?

Acabou o FIQ

Lobato: Cartuns e Aquarelas

Quantum Spies, Quadrinhos com dublagem

Polêmicas em Salões de Humor

BiraZine: todas as Colunas

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2017 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web